Autor Tópico: Portugal: Acesso a sites de pirataria cai 70%  (Lida 314 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

puto 22

  • Visitante
Portugal: Acesso a sites de pirataria cai 70%
« em: 01 de Agosto de 2017, 15:21 »
Portugal: Acesso a sites de pirataria cai 70% :windows:




:features:

Longe vão os tempos em que a pirataria de conteúdos em Portugal era um sério problema. Com o fecho de vários sites, e também com o aparecimento de vários outros sites de streaming, o acesso a conteúdos de pirataria é cada vez menor.

De acordo com um estudo recente, o acesso a sites piratas caiu 70% em Portugal, após acordo antipirataria.

Em 2015 foi introduzida em Portugal uma iniciativa para combater a pirataria, o famoso Memorando de Entendimento Antipirataria. Muitos sites foram bloqueados (num total de 65 endereços) e agora, dois anos depois, é hora de fazer um balanço.

O novo relatório foi encomendado pela Motion Picture Association (MPA) em conjunto com a Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais (FEVIP). As conclusões mostram que, após a implementação de ordens de bloqueio de websites, entre novembro de 2015 e junho de 2016, houve uma redução significativa de utilizadores a acederam aos websites infratores.

O estudo foi concluído com um grupo de controlo global, como termo de comparação do que poderia ter acontecido se os websites não tivessem sido bloqueados.

Dados importantes do estudo

- Dos 250 principais websites não autorizados em Portugal, 65 foram bloqueados e a sua utilização diminuiu num total de 56,6% no período, mas aumentaram 3,9% globalmente.
- A utilização dos 250 principais websites não autorizados em Portugal diminuiu globalmente em 9,3%. No entanto, o grupo de controlo global apresentou um aumento de 30,8%.
- A utilização dos 30 websites bloqueados de língua portuguesa, que constam dos 250 principais websites não autorizados em Portugal, diminuiu 41,8%, embora tenha aumentado 39,2% no Brasil.
As conclusões deste estudo estão em consonância com relatórios semelhantes realizados no Reino Unido, demonstrando que o bloqueio de websites é eficaz e reduz a utilização de websites infratores.

Paulo Santos, diretor-geral da FEVIP, referiu à Lusa que considera que serviços de streaming têm contribuído para uma redução de acessos a sites que disponibilizam conteúdos ilegais. No entanto, destaca também a importância do bloqueio dos sites:

"A maior dificuldade de acesso a plataformas ilegais torna mais fácil o negócio dessas novas plataformas."



:notasdicas:

Créditos: pplware

gdjm

  • Reformado Júnior
  • *
  • Agradecimentos
  • -Dados: 4
  • -Recebidos: 56
  • Mensagens: 244
  • País: pt
  • Sexo: Masculino
Re: Portugal: Acesso a sites de pirataria cai 70%
« Responder #1 em: 01 de Agosto de 2017, 21:05 »
Há uma coisa que eu não entendo. Houve um dia em que eu entrei neste site. Tal como o faço todos os dias ou sempre que posso. Houve um dia em que apareceu uma mensagem a preto com o fundo branco em que dizia que este site (osreformados.com) foi bloqueado por ordem judicial. Seja como for eu pesquisei na net e descobri como se pode ter acesso. Assim sendo expliquem-me como é possivel dizerem que a pirataria baixou? Isto sim é que é gente da minha terra!
G.D.J.M.