Autor Tópico: Informação sobre a qualidade dos filmes  (Lida 2300 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

lyon25

  • Vip
  • Reformado
  • *
  • Agradecimentos
  • -Dados: 2387
  • -Recebidos: 30097
  • Mensagens: 10908
  • País: fr
  • Sexo: Masculino
Informação sobre a qualidade dos filmes
« em: 28 de Janeiro de 2009, 02:53 »
Deixo aqui as definições referêntes aos vários tipos de qualidades existentes:


DVD-R (DVD-R) [DVD-R]
Cópia feita do dvd original preparada para ser passada para um DVD-R (4.7Gb). Por não sempre ser possível efectuar a cópia a 100% do DVD original, estas cópias tem cortes nalguns extras/legendas e ou áudio.



DVDRip (DVDRip) [DVDRip]
Uma cópia exacta do DVD final  (o que sai para as  lojas). Algumas vezes pode ser a versão do director, o que é raro, mas é igual ao DVD comercializado.



DVDSCREENER (DVDSCR) [DVDSCR]
A qualidade é idêntica à de um DVD comum, porém existe sempre algum tipo de material informativo, em forma de texto passando pela imagem, ou a aparecer durante um certo tempo, ou até mesmo ás vezes deixa o filme a preto e branco. Por isso significa que o DVD não é comercial. Este tipo de DVD serve  para divulgação e normalmente são distribuídos antes do lançamento, normalmente a jornalistas e imprensa. Pré-lançamento!



BDSCREENER (BDSCR) [BDSCR]

A qualidade é idêntica à de um DVD comum, porém existe sempre algum tipo de material informativo, em forma de texto passando pela imagem, ou a aparecer durante um certo tempo, ou até mesmo ás vezes deixa o filme a preto e branco. Por isso significa que o DVD não é comercial. Este tipo de DVD serve  para divulgação e normalmente são distribuídos antes do lançamento, normalmente a jornalistas e imprensa. Pré-lançamento! Portanto, basicamente é igual ao DVDSCR, mas como é em suporte BluRay tem mais qualidade!



CAM [CAM]
O CAM é um "rip" feito no cinema, normalmente com uma câmera digital. Às vezes é usado um tripé, mas na maioria das vezes isso não é possível, deixando a filmagem tremida. Devido aos lugares disponíveis no cinema também não serem sempre no centro, pode ser filmado com ângulos diferentes. Se cortado (cropped) adequadamente, é difícil diferenciar, a não ser que tenha legendas na tela, mas muitas vezes os CAM são deixados com bordas pretas na parte de cima e de baixo da tela. O som é gravado com o microfone embutido da câmera e, especialmente em comédias, risadas são ouvidas durante o filme. Devido a esses fatores, a qualidade de som e imagem costumam ser muito ruins, mas as vezes, com sorte, o cinema está quase vazio e apenas baixos ruídos serão ouvidos.



TELESYNC (TS) [TS]
Cópia feita numa sala de projecção ou mesmo num cinema vazio com camcorder profissional. O áudio é gravado directamente da fonte, originando uma boa qualidade no som. A qualidade do vídeo pode variar muito mas geralmente é superior a CAM.



TELECINE (TC) [TC]
Método de gravação de transferência da imagem com equipamento TELECINE sendo de qualidade digital. Sem duvida nenhuma superior ao CAM e ao TS e equiparado a um VHS RIP. Só se encontra este formato em filmes populares visto o equipamento TELECINE ser bastante caro.



SCREENER (SCR) [SCR]
Cópia feita do filme em VHS (geralmente VHS para efeitos promocionais ou de críticos, feitas antes do lançamento do filme). A qualidade depende da forma como é ripado e neste casos é usual encontrar partes a preto & branco.



Região 5 (Leste da Europa) (R5) [R5]
R5 se refere a um formato específico de DVD região 5. Em um esforço para competir com a pirataria, a indústria decidiu criar esse novo formato que é produzido mais rápido e mais barato do que os tradicionais DVDs. O que os difere dos DVDs tradicionais é que os R5 são transferidos directamente de um telecine sem qualquer tipo de processamento de imagem, e sem nenhum adicional. Às vezes os DVDs R5 são lançados sem áudio em inglês, exigindo que os grupos de pirataria usem o áudio de outra fonte. Nesse caso o release possui a descrição ".LINE" para distinguir daqueles que possuem o áudio do original. A qualidade da imagem de um R5 geralmente pode ser comparada com um DVD screener. No final de 2006 alguns grupos como o DREAMLIGHT, mSs e PUKKA passaram a nomear seus Releases de ".R5" e sugeriram a outros grupos que fizessem o mesmo.



VHS-RIP (VHSRip) [VHSRip]
Uma cópia exacta do VHS final, já não se faz muito em novidades pelos novos formatos existentes mas utiliza-se principalmente nos filmes antigos.



TV-RIP (TVRip) [TVRip]
Simplesmente é um RIP  capturado usando caixas digitais de cabo/satélite preferivelmente ou PRE-AIR das alimentações de satélite que emitem directo às emissoras de TV, alguns dias antes da exibição. É capturado com uma placa de TV digital ligada num slot PCI do PC, geralmente dá bons  resultados, o formato quase sempre é  MPEG ou AVI podendo ser convertido em VCD/SVCD/DivX/XviD.



PDTV/HDTV
Os PDTV são capturados de uma TV com cartão PCI DIGITAL, normalmente gerando os melhores resultados. Muitas vezes vemos o rip rotulado como HDTV também, mas as diferenças entre esses dois termos são apenas técnicas. Os grupos costumam lançar em SVCD, apesar de rips em VCD/SVCD/DivX/XviD serem aceites nos rips de TV.


DDC (DDC) [DDC]
Digital Distribution Copy (DDC): Basicamente, o DDC tem uma qualidade parecida à do TELECINE (TC), mas como é em suporte digital, tem um pouco menos qualidade. Noutras palavras, esta versão foi "roubada" de algum sitio restrito, e foi colocada na Net, muito antes do DVD sair!


PPVRip (PPV) [PPVRip]
Os PPVRip's são gravados a partir da TV num sistema Pay-Per-View (PPV), isto é,
aqueles filmes que se pagam para ver na TVCabo! A qualidade é quase a mesma que a de uma versão DDC, sendo que têm um pouco mais de qualidade!



Watermarks
Muitos filmes vêm da Asian Silvers/PDVD (vejam abaixo) e estes são etiquetados pelas pessoas responsáveis. Normalmente com umas letras/iniciais ou um pequeno logotipo, geralmente encontrados em um dos cantos. Mais famosos são o "Z" "A" e marcas d'água "Globo".



Asian Silvers / PDVD:
São filmes tirados pelos bootleggers(cópias de péssima qualidade) do leste, e são compradas por alguns grupos para tirarem como próprias. Os Silvers são muito baratos e fácil de conseguir em muitos países, e é fácil tirá-la, por isso há tanta scene no momento, principalmente de pequenos grupos que não duram mais que alguns releases. Os PDVDs são o mesmo mas em DVD. Têm subtítulos removíveis, e a qualidade está gerealmente melhor que os silvers. Estes são ripados de um DVD normal, mas tirados como VCD.



WS
Widescreen (letterbox)



WORKPRINT (WP):
Um WorkPrint é uma cópia da película que não foi terminada. Pode ter cenas incompletas, músicas e a qualidade pode variar. Algum WPs é muito diferente de cópia final e outro pode conter cenas extra. WPs pode ser agradáveis à colecção. Hoje em dia, muitas ADD (adicionais) de DVD, contém essas cenas que são cortadas do filme final.



FS
Fullscreen



Internal
Os grupos clássicos de DVD fazem muitas releases do tipo INTERNAL. As ripagens do cinema tem uma qualidade mais baixa, então usam o INTERNAL para não baixar a retrabalhadoração do grupo, ou devido às quantidades de versões já existentes. No principío o grupo normalmente  disponibiliza  os filmes apenas a  membros.



Limited
Indica que o filme foi apresentado em menos de 250 cinemas, o que é uma taxa de visualização inferior à da maioria dos filmes, daí ser limitada.



DivX Re-Enc:
São filmes que geralmente são tirados de um VCD original e recodificados em um pequeno arquivo DivX. Geralmente encontrados em filesharers(arquivos compartilhados), são normalmente com nomes de grupos Film.Name.Group(1of2)..etc.. Grupos comuns " SMR e TND ". Não vale a pena baixar.



RePack
Geralmente é um segundo rip feito normalmente pelo mesmo grupo,onde todos os problemas encontrados no primeiro rip vêm solucionados.



Nuke
Um rip pode ser "NUKADO",  por diversas razões (BAD A/R -  aspecto ratio, distorção do filme. BAD IVTC -  conversão do framerate  incorrecto, má sincronia Bad Sync,Fakes quando o ficheiro não contêm o que diz no nome ...etc)
neste caso não se deve optar por estas releases.




Proper
Significa que o primeiro lançamento possuía alguns defeitos, som fora de sincronia, baixa qualidade,etc... Então outro grupo lança novamente o mesmo filme corrigindo os defeitos.



STV
Filmes ripados do DVD que nunca chegaram ao  cinema, foram directo para os clubes de video e TVs.



Subbed
Ripagem com  legenda embutida,normalmente são do  local de origem do filme (a língua da legenda é quase sempre mencionada). Às vezes a seguir aparece uma versão UNSUBBED que tal como o nome indica não tem legendas.



SyncFIX
Normalmente é um patch lançado pelo grupo após detectarem uma falha na sincronia do rip (este patch normalmente resolve a situação).



UNRATED
Filmes sem cortes pela censura internacional,ou por qualquer outras razões.



NFO
Quase sempre um arquivo NFO é fornecido com o filme ou jogo para promover o grupo e dar informação geral sobre o rip, tisl como o formato, a fonte, o tamanho, entre diversas informações. NFO = Informações



NTSC / PAL
NTSC e o PAL são dois dos padrões principais usados através do mundo. NTSC tem um frame mais elevado do que o PAL (29fps(NTSC) comparando a 25fps( PAL)), mas o PAL tem uma definição de melhor qualidade. Os dois tipos de padrões podem ter variacões, sendo que no Brasil usa-se o padrão PAL-M e nos EUA o NTSC, para TVs, vídeo-cassetes, DVDs.



Bitrate
O Bitrate está directamente ligado à nitidez (qualidade) do filme/música. Quer dizer que em formatos de compressão de áudio e vídeo como MPEG3 e MPEG4, quanto maior for o bitrate mais vezes por segundo o som ou filme original estará sendo reproduzido. O bitrate pode variar, sendo que taxas mais altas de bitrate criam som/vídeo de melhor qualidade.



Frame
A fonte básica de um filme. Um frame representa uma foto. Um filme utiliza geralmente 24 frames por segundo (dobro da quantidade de fotos necessárias passadas constantemente na tua frente para  obteres a noção do movimento).



FPS
Definição de Frames per Second, ou frames por segundo. Ajuda bastante saber esta informação principalmente para converter legendas ou procurá-las na internet.



VBR
Bitrate Variável. É possível "ripar" áudio e vídeo com bitrate variável, ou seja não usa o mesmo bitrate para o arquivo inteiro (como no CBR = Bitrate Constante). Partes com mais acçãopor exemplo  vão receber mais bitrate para que a aparência/sonoridade/realidade seja melhor, e assim como partes menos complicadas irão receber menos bitrate. Geralmente arquivos  VBR são melhores que CBR.



CODECS
É a abreviação de COder/DECoder ou codificador/decodificador. Equipamento ou programa que converte os sinais analógicos de som, voz e vídeo em sinais digitais e vice-versa. São exemplos de codecs: DivX, XviD (video) e MP3/AC3 (som).



CODECS DE VÍDEO (DivX / XviD)
Dois codecs de última geração sendo o DivX mais antigo. Estão baseados no formato de compressão MPEG-4, compressão de vídeo de alta qualidade. Alguns chamam o MPEG-4 de "MP3 do vídeo". Com os arquivos em DivX podes ver os filmes com qualidade de DVD som de CD, no teu PC.O XVid já possui uma tecnologia melhor do que o DivX, portanto necessita de PCs mais potentes para rodar. XViD é melhor que o DivX.



SVCD
SVCD é baseado em MPEG-2 (como no DVD), que permite maiores taxas de variáveis até 2500kbits em uma definição de 480x480 (NTSC), que descomprimida em uma relação de aspecto de 4:3. Devido ao bit-rate variável, o comprimento que você pode ocupar em um único CDR não é fixo, geralmente entre 35-60 min.



VCD
É um formato baseado em MPEG-1, com um bit-rate constante de 1150kbit em uma definição de 352x240 (NTSC). VCD's são usados geralmente para obter de uma qualidade mais baixa com o objetivo de tamanhos menores. VCD's e SVCD's são cronometrados nos minutos e não em MB, assim que ao olhar um, parecer maior do que a capacidade de disco e na realidade pode cabe 74min em um CDR74.



XVCD / XSVCD
Estes são basicamente VCD/SVCD melhorados. São ambos capazes de definições e de melhores taxas, muito mas elevadas. Muito difícil de se encontrar.



KVCD e KSVCD
KVCD é uma modificação ao padrão MPEG-1 e MPEG-2. Habilita criar CDs de 120 minutos com qualidade perto do DVD em CDs de 80 minutos. Porém já existe especificações que geram vídeos de 528x480 (NTSC) e 528x576 (PAL) e MPEG-1 com bitrate variável entre 64Kbps e 3000Kbps. Usando um resolução 352x240 (NTSC) ou 352x288 (PAL), é possível "encodar" vídeos com até 360 minutos com qualidade perto de um VCD num CD de 80 min.



KDVD
Formato de arquivo 100% compatível com MPEG_2, capaz de rodar em qualquer DVD Player Standard. Esta tecnologia habilita 6 horas de filme em Full D-1 720x480 num DVD, ou algo em torno de 10 horas em Half D-1 352x480 no meso DVD.



AVI
Audio Video Interleave. Formato de vídeo mais usado em PCs com o Windows. Ele define como o vídeo e o áudio estão juntos um ao outro, sem especificar um codec.



MPEG
É a abreviação de Motion Picture Expert Group e é a fonte de pesquisa para formatos de vídeo em geral. Este grupo define padrões em vídeo digital, estão entre eles o padrão MPEG1 (usado nos VCDs), o padrão MPEG2 (usado em DVDs e SVCDS), o padrão MPEG4 e vários padrões de áudio - entre eles MP3 e AAC. Arquivos contendo vídeo MPEG-1 ou MPEG-2 podem usar tanto .mpg quanto .mpeg na extensão.



OGM
Pode ser usado à uma alternativa ao .avi e pode conter Ogg Vorbis, MP3 e AC3 áudio, todos os formatos de vídeo, informação por capítulos e legendas.



BDRip - Blu-Ray Disc Rip
Cópia feita a partir da versão Blu-Ray, fazendo-se depois encode para XviD. A resolução é 720p no máximo e a extensão é *.avi. Assim funciona em todos os leitores de DVD. Esta é a melhor solução para ler em leitores de DVD com suporte a XviD. A diferença para uma versão DVDRip é notável!



BRRip - Blu-Ray Rip Rip
Cópia feita a partir de uma release Blu-Ray (ficheiro 1080p *.mkv), fazendo depois o encode para XviD. Difere do BDRip por não ser directamente do disco, mas a qualidade é exactamente a mesma.



CODECS DE ÁUDIO


AC3
Indica que o som do rip tem qualidade alta: 5.1 canais de som (ideal para ouvir num sistema de home cinema).
É uma modificação ao padrão MPEG-1 e MPEG-2. Habilita criar CDs de 120 minutos com qualidade perto do DVD em CDs de 80 minutos. Porém já existe especificações que geram vídeos de 528x480 (NTSC) e 528x576 (PAL) e MPEG-1 com bitrate variável entre 64Kbps e 3000Kbps. Usando uma resolução 352x240 (NTSC) ou 352x288 (PAL), é possível "ripar" vídeos  até 360 minutos com qualidade perto de um VCD num CD de 80 min.




AAC
Advanced Audio Coding, será o sucessor do AC3. É baseado no AC3, mas acrescenta uma variedade de melhorias em diversas áreas. Actualmente é difícil encontrar um player ou hardware que suportem este novo formato de áudio.




« Última modificação: 03 de Janeiro de 2010, 00:58 por lyon25 »

Ferro_DG

  • Ferro-Sama
  • Administrador Reformado
  • Reformado
  • *
  • Agradecimentos
  • -Dados: 382
  • -Recebidos: 6397
  • Mensagens: 6853
  • País: jp
  • Sexo: Masculino
    • AniDB - My Anime List
Re:Informação sobre a qualidade dos filmes
« Responder #1 em: 17 de Abril de 2010, 02:45 »
este topico esta muito bom obrigado :s;