Autor Tópico: Motocrosse: Rui Gonçalves quarto no GP de Portugal em Águeda  (Lida 1398 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

emef44

  • Reformado
  • *
  • Agradecimentos
  • -Dados: 0
  • -Recebidos: 286
  • Mensagens: 1019
  • País: pt
  • Sexo: Masculino
  • A vida é muito curta para ser pequena
Motocrosse: Rui Gonçalves quarto no GP de Portugal em Águeda



O belga Clement Desalle (Suzuki) venceu hoje o Grande Prémio de Portugal de Motocrosse, disputado em Águeda, sexta prova do Campeonato do Mundo, ao ganhar as duas corridas da classe principal (MX1).

Desalle, que reforçou a liderança do Mundial da modalidade, superiorizou-se em ambas as corridas ao italiano António Cairoli (KTM), o campeão do Mundo em título, segundo classificado em Portugal.

O russo Evgeny Bobryshev (Honda) foi terceiro e o português Rui Gonçalves (Honda) terminou na quarta posição da geral – com um sétimo e um terceiro lugar - mas chegou a liderar a segunda corrida.

Tripulando uma Honda 450, o piloto de Vidago assumiu o primeiro lugar logo após a partida e logrou mantê-lo durante as primeiras nove das 21 voltas da segunda manga.

Na décima volta foi ultrapassado por Desalle e, duas voltas volvidas, perdeu o segundo lugar para o italiano da KTM, terminando a mais de 23 segundos do vencedor.

Já a primeira manga foi dominada da primeira à última volta pelo piloto belga, que lidera o Mundial com 249 pontos contra 237 de António Cairoli.

Ainda na categoria MX1 Luís Correia foi 18.º e Sandro Marcos 27.º entre os 35 pilotos concorrentes.

Em MX2, a categoria de “entrada” no Mundial de motocrosse, reservada a motos de 250 centímetros cúbicos, o holandês Jeffrey Herlings (KTM) ascendeu à liderança do campeonato, ao vencer a prova lusa, após dois segundos lugares nas corridas de hoje.

Herlings, 16 anos, um dos mais jovens pilotos da categoria, beneficiou da desistência por acidente, na segunda manga, do alemão Ken Roczen, vencedor da primeira corrida em Águeda e anterior líder do Mundial.

Na segunda posição ficou o francês Gautier Paulin (Yamaha) e no terceiro lugar o norte-americano Zachary Osborne, em moto idêntica.

Já no Europeu de MX2, que cumpriu em Portugal a terceira etapa do campeonato, a França dominou o pódio com três pilotos nos três primeiros lugares.

Dylan Ferrandis (Kawasaki) fez o pleno de duas vitórias e arrecadou o máximo de 50 pontos, superiorizando-se aos seus compatriotas Romain Febvre (KTM) e Charles Lefrancois (Honda). O português Paulo Alberto ficou em 10.º lugar entre 40 pilotos.